23 de jul de 2010

Toda frase inteligente surge de uma certa ignorância.


"NÃO ERA PRA SER".

Hoje a gripe suína me pegou (não é a gripe de verdade, é a Anita, uma amiga). Finalmente atendi e falei com ela pelo celular. Ela disse que soube que anda acontecendo coisas incriveis com o Mr.Jones, e uma delas é tagarelar no celular (para quem tem fobia, está sendo um grande avanço ficar conversando pelo celular por mais de 10 minutos. ahahahaha).

Ela atendeu meu torpedo e me ligou em seguida. Disse que precisava de um HELP dela. E passamos a tarde toda conversando sentados lá no Parque São Lourenço.
Comecei perguntando a ela, se quando ela estiver casada, e o marido confessasse algo, ela sairia espalhando pelo mundo? Ela disse que depende da confissão. Se for algo sério e grave jamais falaria.
Daí ela me interrompe e pergunta:
- Diego, matou alguem e quer que eu oculte o corpo junto com você?
Olhei pra ela com aquela minha cara de paisagem "alá Sheldon".
- Credu! Eu não tenho coragem nem de matar formiga. Eu só queria saber se voce seria lingua presa ou solta com seu marido, é isso.
- Diego, sua cara de cachorro abandonado não me engana, desembucha logo e conta o que aconteceu. E saiba que se você fosse meu marido, qualquer coisa revelada entre 4 paredes, ficaria nessas 4 paredes. Mesmo que a gente se separasse.

Eu não contei tudo que queria contar. Mas resumi. Ela disse que fiquei  chateado atoa, e que eu apenas parasse de ser ingênuo com todos.
Acho que ela tem razão. Contei da oportunidade de fazer um projeto agritur fora do Brasil. Ela não concordou com a minha ida. E mandou eu ficar. E não é que vou ficar mesmo? A Minha mãe veio com essa de achar errado minha viagem, e eu nem dei bola dizendo que ia. Nessa vem a sem juízo da Anita e me faz mudar de ideia. E tambem que tenho prioridades para resolver aqui, e não quero mais adiar.

P.S: Mulher louca e sem Juízo. Sabe que acredito que as melhores situações que eu poderia imaginar com você, ou o que eu poderia expressas para descrever tudo isso que tão louco vem acontecendo comigo.E agora não se conseguiria dizer ao certo. Mas tem uma música do gun´s que pode tentar te ajudar a entender justamente o que não consigo te dizer. Acho que as musicas conseguem definir palavras e sentimentos. Nunca vou conseguir limitar a grandeza das coisas.


Chuva de Novembro

Quando olho nos seus olhos
Posso ver um amor reprimido
Mas querida, quando te abraço
Você não sabe que eu sinto o mesmo?

Porque nada dura para sempre,
E nós dois sabemos que os corações podem mudar
E é difícil segurar uma vela
Na chuva fria de novembro.

Nós estamos nessa a tanto, tanto tempo
Simplesmente tentando aplacar com a dor, oh yeah

Mas amores sempre vem
E amores sempre vão
E ninguém está realmente certo
De quem está deixando partir hoje... Indo embora

Se eu pudesse usar o tempo
Para falar francamente
Eu poderia descansar minha cabeça
Simplesmente sabendo que você é minha, toda minha

Então, se você quiser me amar
Então querida, não se contenha
Ou simplesmente terminarei andando
Na fria chuva de novembro

Você precisa de um tempo?... para você
Você precisa de um tempo?... totalmente sozinha
Todo mundo precisa de um tempo.. para si
Você não sabe que precisa de um tempo?... Totalmente sozinha?

Eu sei que é difícil manter um coração aberto
Quando mesmo os amigos parecem te machucar
Mas se você pudesse curar um coração partido
O tempo não pararía para te encantar?

As vezes eu preciso de um tempo... para mim
As vezes eu preciso de um tempo... totalmente sozinho
Todo mundo precisa de um tempo.. para si
Você não sabe que precisa de um tempo?... Totalmente sozinha?

E quando seus temores se acalmarem
E as sombras ainda permanecerem
Eu sei que você pode me amar
Quando não sobrar mais ninguém para culpar

Então não se preocupe com a escuridão
Nós ainda podemos encontrar um jeito
Porque nada dura para sempre
Nem mesmo a fria chuva de novembro

Você não acha que precisa de alguém?
Você não acha que precisa de alguém?
Todos precisam de alguém
Você não é a única


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments