28 de mai de 2010

Meu corpo pede um pouco mais de calma

Vamos pedir um pouco mais de alma...

"Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...
O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência..." (Lenine - Paciência)

Nossos dias acabam se tornando nossos traidores, e a cada segundo o nosso presente é tragado pela alma e nos remete a um passado esfomeado que faz com que o tempo dispare nosso corpo em busca de uma satisfação que é ilusória,e assim nunca para pra mim mesmo. Às vezes sou apunhalado por uma força que me fere o coração e cega meus olhos, e me aproxima de algum lugar onde meu interior desejaria que eu estivesse.

Quem me conhece sabe que eu vivo ligado no 220 todos os dias. Mas sempre achei que poderia ser de aço. E vivo sempre correndo, até leio noticias em movimento, faço comentários nas postagens andando. Escovo os dentes caminhando pela casa. Preciso correr pela manhã porque se não houver gasto de energia, eu fico mais hiperativo.
Até que essa semana que passou, me fez passar por uma prova de fogo e resistência. E para completar, na quarta-feira fechei a porta e esqueci as chaves dentro, todas, inclusive a do carro. E estava levando as meninas pra escola e depois tinha hora marcada com a gerente do banco.

Daí, ligo pra minha mãe rezando para que ela não estivesse viajando. Porque ela teria a outra chave. E pra piorar, o portão da casa é eletrônico. E controle estava dentro do carro, que eu não poderia abrir porque as chaves estavam dentro da casa. Sorte em saber que minha mãe não estava fora. Mas assim que eu disse o que aconteceu, ela veio logo perguntando..
- Junior, pelo amor de Deus não me fale que você não aprontou nada que venha a me deixar preocupada ou chateada?
- Ah mãe, sinceramente quase quebrei o vidro carro. Porque lembrei que a chave extra tá lá dentro. E a chave extra da casa ta dentro da casa. Quase acionei o sistema de segurança, mas pensei melhor, porque o barulhão ia assustar as meninas, e não ia adiantar assustar a rua inteira.
Bem, a minha mãe chegou, resolveu, e ela foi deixar as meninas que chegaram atrasada na escola, e eu atrasado no outro compromisso.

Ontem pela tarde, meu corpo resolveu pedir help. Não agüentou o meu pique. De novo encher o saco da mãe. Me levou pro hospital, dormiu aqui em casa, e não esquecendo da Anita, que ficou com as minhas meninas enquanto estava no hospital. Quando chego em casa foi a melhor parte, a paparicaçao geral das minhas pequenas. Elas dizendo que iam cuidar de mim, e só saíram de perto quando pegaram no sono. Agradeci a Anita também.
Minha mãe ficou conversando comigo (sermão de mãe). Tentando me fazer entender que eu não tenho mais 15 anos. Que meu corpo pede um pouco mais de calma, que eu diminuísse a voltagem da minha bateria. E que eu teria que frear meu ritmo no dia-a-dia. E ainda me deixa sem jeito quando me fala...

- Voce pensa que eu não te conheço Junior. Aposto que deve está naquela maratona sexual, que sabe se lá a duração que você e a maluca que te acompanha nisso e deve achar isso normal. Manera meu filho. 9 e meia semanas de amor, só em FILME. Cuidado que isso também mata. Tudo em excesso faz mal.
E eu fazendo cara de Sheldon (cara de paisagem).
Ah, a namorada também me paparicou e muiiiiiiiito. Beijos e te adoro.

P.S: Na realidade meu dia agitado eu o comparo a um mortal adversário é um personagem de que executa dois papéis, em parte ele é o vilão, em outra parte ele é o mocinho, em momentos ele rouba meu tempo, minha energia e se torna inimigo da minha rotina. Entretanto em outra parte ele torna o meu dia mais saboroso, pois amadurece meus sentimentos e abranda meu coração fazendo com que meus sonhos bobos e infantis cresçam.
Esse meio vilão e meio mocinho faz da minha vida uma peça de teatro que não me permite ensaios, e nem rotinas. faz da minha vida um "pequeno asteróide " . Esse tal personagem pode me surpreender, porque para meu corpo, pode ser meu veneno, mas para minha alma poderá ser uma chance de viver .

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments