16 de abr de 2010

O amor visto pelo ângulo alheio



Muitos conhecem a historia de amor de Elvis e Priscilla. Como muitos também apontam como o desafeto ter caído pro lado do Elvis.
Priscilla conheceu Elvis quando tinha 14 anos de idade e Elvis 24. Casou-se em 1967 em Las Vegas e divorciou-se em 1973. Filha de Militar conheceu Elvis na alemanha quando ele ainda servia o Exército. Quando Elvis voltou para a América foi questionado por um repórter se tinha deixado alguem em Especial. Elvis soltou um sorriso e disse que não, sem convencer ninguém. No aeroporto deu um adeus especialmente direcionado a Priscilla.Priscilla acabou escrevendo um livro de muito repercussão na midia chamado "Elvis and me", que acabou virando uma minisérie de mesmo nome para a TV. Ela também se aventurou no cinema e hoje administra Graceland.

Meu ponto de vista em relação ao amor que esse casal teve...Diria que foi assim:
Elvis morreu amando Priscilla, e ela jamais o esqueceu. O que estragou o amor desse dois, foi o reinado do Elvis, a fama que ele não conseguiu dominar quando ainda jovem. Elvis protegia demais a Priscilla, queria uma esposa quietinha e santinha na sua mansão, enquanto a mídia espalhava inúmeros casos que Elvis tinha pelo mundo. Quando a perdeu, perdeu o gosto pela vida.

Em alguns trechos do livro escrito por ela "Elvis and Me" (ou Elvis e Eu, em português) Priscila relata o quanto Elvis era infantil, protetor e romântico.
"Ainda era dia e o sol brilhava forte pelas janelas do quarto quando Elvis colocou-me no meio da cama enorme, com extremo cuidado. Tenho a impressão de que ele realmente não sabia realmente o que fazer comigo. Afinal, Elvis me protegera e salvara por muito tempo. Estava agora compreensivelmente hesitante em consumar todas as promessas sobre a excelência daquele momento. Recordando agora não posso deixar de rir ao pensar como nós dois estávamos nervosos. Poder-se-ia até imaginar que era a primeira vez que ficávamos juntos em circunstâncias tão íntimas. Gentilmente, os lábios de Elvis se encontraram com os meus. Depois, ele fitou-me fundo nos olhos e disse, a voz suave, enquanto me puxava contra o seu corpo: 'Minha esposa...amo você, Cilla...'. Ele cobriu meu corpo com o seu. A intensidade da emoção que eu experimentava era eletrizante. O desejo e a intensidade que haviam se acumulado em mim ao longo dos anos explodiram num frenesi de paixão.
“Uma noite, pouco antes do natal de 1966, Elvis bateu de leve na minha porta e disse: ‘Sattnin, preciso falar com você.’ Tínhamos uma senha. Provocante, eu lhe disse que teria de pronuncia-la antes que eu o deixasse entrar. Ele riu e disse: ‘Olhos de fogo’ - o apelido que eu lhe dava quando estava furioso. Elvis estava com seu sorriso infantil e as mãos nas costas. ‘Sente-se e feche os olhos Sattnin’ - disse. Obedeci. Quando abri os olhos, deparei com Elvis ajoelhado aos meus pés, na minha frente, estendendo uma caixinha de veludo preto."

É de conhecimento de todos o amor de Elvis para com Priscilla, ouve relatos que Elvis pedia para o levarem para visitar Priscilla e implorar para que voltasse para ele.

P.S: parece que todo rei fica sozinho. Quem descobre o verdadeiro sentido do amor....Termina sozinho. 

6 comentários:

alltheuniverse disse...

Eu escrevi um texto lindão e não foi. UAHAHAHUIHUAuiHAUAHUIAH

O que eu queria dizer, era que não sabemos o quanto uma pessoa nos é cara, enquanto não a perdemos uma vez na vida.
Se vão ficar juntos ou não no final, depende de cada caso... Mas a certeza de que NADA no universo substituirá um amor tão intenso entre ambos é o que dá força para continuar. Com ou sem a pessoa.

Abraços!

Crista disse...

Pô...também és analista,psicólogo e etcs...????? Isso que é homem completo...rsrsrsrs...
Pascoalino mandou dizer que ele acha que tu não vais dormir onde ele dorme:Entre meus peitinhos firmes e fartos...ele DORME...tu...vais ter insônia....huaschuaschuasch....
Fiquei feliz com o convite para me encontrar contigo,amado Malcriado...mas tem um porém:
Não saio sozinha a noite, só se tenho garantia de proteção...rsrsrsrsrs...sou de menor...huaschuaschuasch...maridão me botou de castigo...quando ele me liberar,te aviso e vamos para as baladas dos chats...rsrsrsrsrsrs....
Te beijo e Pascoalino te bica....eitchaaaaaaaaaa...

Valéria Braz disse...

Dieguito apaixonado... nesta minha caminhada pela vida, conhece alguns casais que estão até hoje juntos, felizes e apaixonados... e falo aqui de mais de 20 e 30 anos juntos!
Eles descobriram o amor e continuam vivendo-o... qual a diferença? Descbriram juntos, nas alegrias e mazelas do dia a dia.... Com certeza sonharam muito e continuam a sonhar, mas descobriram que o amor vai muito além de uma paixão intensa, de um brilho nos olhos e da sensação de eternidade!
Descobriram que o amor se constrói nos sorrisos alegeres e nervosos, nas crises de saco cheio, na sensção da perda.....
Amores que duram fortes e felizes por anos a fio, são poucos, mas são estes os verdadeiros.... e se algém um dia viveu um deste, por mais difícil que possa ser ele existe... então devemos cultuá-lo e buscá-lo.
Beijo no coração

ÂME PASSIONNÉE disse...

Putz, que medo de ficar sozinha......

lindo tudo isso, as histórias deles sempre me fascinaram, pq minha mãe um dia assistiu a um show dele e voltou pra casa num frenesi danado.....

eu era bem rtchutchuca ainda.......

mas me lembro dela com o cd (compact disc) rs na mão que comprou de recordação.......

cada vez q vc escreve Diego não sei se me desapego ou se me apego mais...........

to em dúvida

bjs

Eninha Campos disse...

Diego, essa de que" todo rei que rei fica sozinho. Quem descobre o verdadeiro sentido do amor....Termina sozinho" É lenda ! Não vá nessa onda.


Valéria, não posso está mais de acordo com você.
É mesmo assim . Quando vi meu marido pela primeira vez mesmo sem o conhecê-lo tinha a mais absoluta certeza que o amaria . Foi recíproco é recíproco - até hoje :)
Eninha Campos

Consultora Educacional disse...

Somos leitores assíduos do seu Blog. Um abraço, Equipe do site Analista de Suporte.Daienne

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments