24 de abr de 2010

Em vez de lutar contra invejosos, use a inveja deles pra se dar bem!


in.ve.ja sf (lat invidia) 1 Desgosto, ódio ou pesar por prosperidade ou alegria de outrem. 2 Desejo de possuir ou gozar algum bem que outrem possui ou desfruta. 3 O objeto que provoca esse desejo.


Afinal, quem terá inveja da dor dos doídos? Mas da alegria dos alegres muitos têm grande inveja!
Porque soltam veneno com seu nome?

Dois personagens:

Gargamel (o invejoso) : era o principal vilão da série. Diabólico, inteligente, acadêmico em letras e falava tão difícil que nem o gato dele entendia. Ah. Cruel era no nome do gato de Gargamel e era tão diabólico quanto ao seu patrão.

Smurf: possui uma profissão e uma característica muito marcante em sua personalidade. Tem um jeito simples de viver e agir.
A Valéria deve tá rindo dessa parte dos personagens. ahahaha


Todo mundo (ou quase) fala mal de todo mundo! Quem nunca falou mal de alguém que atire a primeira pedra! Uma crítica, uma opinião, uma enxerida básica moderada até que vai, agora não ter caráter de dizer na cara? Isso pra mim é coisa de bundão! O famoso leve e trás! Que pra mim é o leva atrás! Tem gente que tem tanta inveja alheia, mais tanta inveja que a bunda não cabe nas calças! Pra um fala uma coisa, pra outro fala outra coisa... Desmerece os outros, julga ter o conhecimento, acha que é o acadêmico de letras e falta tão complicado, que temos que pegar palavra por palavra e pesquisar no Google! Mas talvez a ciência não explique porque existem pessoas assim, talvez não haja explicação melhor do que o fato da pessoa ser simplesmente repugnante. São criaturas de apenas restar o sentimento da “piedade”.

As duas principais “teorias” do motivo de existir pessoas assim:
1 – Falta de Sexo
Cá pra nós, fazer sexo em grande quantidade não significa que você não tenha falta de sexo, afinal nem todos conseguem a qualidade! Tem gente que não consegue ter uma vida normalmente ativa no sexo, e inveja o outro que parece um garanhao no cio. E ainda usa alguma mazela como desculpa. Falta de sexo bom afeta as pessoas invejosas.

2 – Excesso de Cultura
Gosto é uma coisa que não se discute, pois na maioria das vezes a pessoa que tem mau gosto é meio idiota, cá pra nós! Todo mundo gosta de alguma coisa que a maioria detesta... se você tem a sorte de gostar de algo que a maioria desconhece ou uma ou outra: Ou tens bom gosto ou é um cretino que quer ser descolado! Alias, cretinos que acham que tem bom gosto por aí tem de monte. Você nunca vai estar andando na rua e vai ouvir um carro com um som potente tocando algo que preste no último volume. Nota-se, que as pessoas com excesso de cultura, é pra suprir a teoria (1). Eles geralmente fazem criticas aos que escrevem sentimentalismos ou infantilidades.


O invejoso é capaz de boicotar, de fofocar de fazer armadilhas, a fim de destruir o outro. Quer provar, ao menos para si mesmo, que ele é melhor, mas no seu íntimo, sente-se menor do que os outros. Aumenta, vangloria-se, enaltece a si mesmo, pois dessa forma abranda o mal estar do desequilíbrio. Fala excessivamente bem das próprias coisas, procurando diminuir o outro através de crítica. Não percebe, muitas vezes, suas frustrações. É como se nem existissem, porque logo está de prontidão  para realizar mais um feito de diminuição e descaracterização, burlando suas próprias angústias.
Há invejosos de todos os jeitos. Há quem roube boas ideias de amigos para levarem a fama, há quem ande na praia olhando a barriga dos outros para comparar a gostosura, há quem não reconheça um talento da mesma área que a sua, pois é difícil assumir que existem pessoas tão boas ou melhores que você. Existe aqueles que invejam sua família, seu bom humor, seu(sua) namorado(a), suas unhas e até mesmo seu blog e suas histórias – PASMEM, eu já passei por isso.
Há quem sinta um prazer enorme em dizer pra você o quanto as coisas que faz são boas, incomparáveis e que em razão dessas milhares de coisas lindas e maravilhosas que faz, não tem tempo de parar para conversar (já que você é muito insignificante para me fazer perder tempo).


E inveja do seu cabelo, do seu sorriso e do seu intelecto? Inveja das suas pernas, da sua roupa, do seu carro, da sua vida? Inveja dos seus amigos, do seu trabalho e quem sabe, inveja de não ser você? Normalmente o invejoso esquece de tudo que possui, já que fica tão preocupado com um terceiro. Putz, quanta besteira.
A inveja mata. Corrói a pessoa lentamente por dentro e ela nem se dá conta disso. A vontade de ser e ter o que o outro possui é tanta, que ela desprende mais tempo e energia para invejar o outro do que para produzir alguma coisa bacana.
Sem contar que dificilmente reconhece (verbalmente) aquilo que as pessoas têm – isso a deixaria completamente possuída pela IRA, beirando o insuportável.
Agora, atenção: só ficamos satisfeitos quando a conquista é NOSSA! Quando não é feita em cima dos outros. Tentar acabar com alguém não vai te fazer chegar onde a pessoa chegou. Sua personalidade, desejos e características não são iguais. A vida é SUA para que você tome conta dela.
Não perca tempo com coisas que só farão mal para você mesmo. Nunca deixe a inveja assumir o comando. Você nem imagina onde isso pode acabar!

Fontes: O verdadeiro surto
            Meu nonsense

22 comentários:

EAD/JOYCE disse...

Muito legal, Diego. Filosofia e um fundo freudiano. Ma eu já tive uma invejinha básica rsrsrsr bjs

* ƬℋคƬคℓyScคℓ * * Scaldelai * disse...

A inveja é um sentimento muito ruim e destrutivo!
Certas pessoas de vez de buscar a sua satisfação,fica perdendo tempo querendo o que o outro tem...
Lamentável...

Beijosssssss..........

Marcos Airosa disse...

Gostei muito da matéria. parabéns, afinal atire a primeira pedra...

MARIA COSTA disse...

Dieguito

Esse post retrata a verdadeira face da inveja, que é um sentimento tão ruim acho que a maioria dos invejosos tem baixa auto estima e nao confiam em si mesmo, como nao conseguem chegar no topo, faz de tudo para que as outras pessoas não cheguem, os invejosos não tem brilho proprio e ainda por cima quer ofuscar os que nasceram pra brilhar.
Em vez de pErder tempo invejando os outros, é melhor gastar o tempo melhorando a si mesmo
Bjs

Jackie Freitas disse...

Amigo Dieguito!!! Muuiiiito bom mesmo! Vai bem de encontro com o que publiquei ontem "Fazer o que?", aliás, complementa de forma extraordinária tudo aquilo que quis escrever! Show de bola, amigo! Adorei de verdade!
Beijo grande.

Francisco Castro disse...

Olá, Diego.

Texto muito interessante e altamente didático e criativo. A inveja pode ser uma coisa ruim ou pode ser uma coisa boa, depende de como ela é ocorre e como é aplicada.

Abraços

Francisco Castro

Valéria Braz disse...

Diego... ri sim, muito dos personagens, até porque adoro os Smurfs....hehehe
Você tratou de um tema bem, digamos, corriqueiro em nosso dia a dia... Como vc disse, quem já não invejou que atire a primeira pedra.
Pessoas invejosas fazem parte de nossas relações, e aprender a conviver com elas faz parte da nossa porção humana! As vezes, sofremos pela ação destas pessoas, mas o princípio básico é não se deixar levar e fazer o mesmo, ou seja, errar tanto quanto elas, por motivos diferentes, mas também um erro....
Portanto, que os invejosos, por mais que tentem, não encontrem eco na sua inveja... e que de uma forma e outra a verdade sempre vigore!
Beijo no coração

Eninha Campos disse...

Diego,
A inveja é uma "defeitozinho" dificil de confressar. Quem tem não confessa nem a pau. Tem gente que tem inveja até dos meus cães! Sério!"Olha que vidão a deles..." é inacreditável!
Como eu acredito que inveja envenena, intoxica,só invejoso,portanto...

Dia desses eu li por aí que há uma enorme diferença entre estar com inveja e ser invejoso. Quem está poderá deixar de estar, mas quem é provavelmente o será para sempre.Eu acho que é messmo assim.
abs
Eninha

deste-mundo-e-de-outros disse...

Olá Diego,

Muito didáctico o teu texto! Estou contigo quando dizes que "quem nunca invejou que atire a primeira pedra"! rs

Mas também penso que há aquela invejinha que não faz mal a ninguém (do tipo: quem me dera estar no teu lugar e fazer essa viagem!), e outro tipo, que pode até levar a consequências graves tanto para o invejoso como para o invejado.

De qualquer forma, no nosso dia a dia temos que conviver com os mais diversos tipos de pessoas e é positivo que sejamos tolerantes.

Abraços
Luísa

persona disse...

Muito interessante, sensacional. Parabéns Don Diego. Muita paz e bem
sucessos. Vassalo

icommercepage disse...

Olá Dieguito:

Acredito que seja muito difícil, para uma pessoa invejosa, controlar esse sentimento doentio.

Acredito que as pessoas deveriam sim focar suas energias em seus próprios objetivos, deixando de ter inveja de outros.

ABS

CCMaia disse...

Acho q um pouco até é compreensível, tipo se um amigo me fala que foi à ìndia, eu fico com invejinha, pois é um sonho, agora tem gente que inventa histórias absurdas e horríveis de outras pessoas só pra ter o gosto de ver todo o mundo falando mal, ou indignada. Isto acontece mais do que se imagina. Poderia contar várias histórias verídicas a respeito, experiências minhas e de outros. As pessoas realmente sentem inveja por pouca coisa. Ou pelo físico do outro, dos filhos, da casa, das roupas... Futilidades! Minha filha foi vítima de inveja de mães de colegas, só por ter pulado 1 ano na escola. Incentivavam as filhas a ofendê-la, iam à escola questionar o professor, o que aquela criança tinha de especial. Me pararam querendo saber a mesma coisa. Tentei acalmar o mulherio falei que minha filha tinha a sorte de ter um irmão bem mais velho que a incentivava nos estudos. E era isso mesmo. Era uma criança de 8 anos. marcou-a tanto que de uma menina feliz e simpática, passou a retraída e com baixíssima auto-estima. Hoje com 15 anos ainda sofre as consequências de episódio tão infeliz, mas não afetou a performance dela e as mesmas mães amargam os prêmios que ela ganha todo o ano. Não acho que seja normal mulheres entre 30 e 40 anos fazerem isso c uma criança indefesa. Não pode ser gente de mente saudável. Mas tem coisa muito pior. Por vezes, a inveja vem até de grandes amigos, casais... A inveja e a falsidade caminham juntas. Sabe aquela de "dormindo c o inimigo?"

Principe Encantado disse...

Invejoso é aquele que diz que todo mundo tem inveja dele.
A conversa predileta do invejoso é falar mal dos outros, todo mundo está errado mas ele sempre está certo.
O invejoso não consegue conviver com o sucesso de ninguém, sempre coloca defeito em tudo que desrespeito a vida alheia.
O invejoso é tão fraco, mas tão fraco, que nem consegue admitir suas próprias fraquezas.
O invejoso se acha superior a todo mundo, tudo que é dele é melhor, mas cobiça tudo que é dos outros.
O invejoso é oco e vazio, não tem nada de bom para oferecer as pessoas, mas mesmo assim consegue cativar muita gente inocente, porque ele é manipulador.
O invejoso sabe transformar qualquer comentário inofensivo em maldade só para criar desavenças entre as pessoas.
O invejoso é incapaz de ler esse texto até o fim, mas quando lê fica morrendo de inveja.

Abraços forte

Sequelanet disse...

Muito interessante esse post sobre a inveja. Completo e profundo e no mínimo engraçado também. :)
abs

Sissym disse...

o sentimento de cobiça a felicidade alheia ou da superioridade de outra parte, ou seja, sentir inveja de alguém.

Pois Honoré de Balzac (romancista frances) apontou:
"É tão natural destruir o que não se pode possuir, negar o que não se compreende, insultar o que se inveja."


Eu convivi com uma pessoa muito invejosa e maldosa, às vezes eu caía na "armadilha" dele. Quando dei um basta comecei a sentir desapego por muitas coisas, não referindo ao termo desinteresse, mas despossuir. A leveza no meu ser, Dieguito, passou a me fazer flutuar, sentir bem e rejuvenescer.

Não sei se sou anormal por não cobiçar nada de ninguém, só tenho em mente fazer o meu sonho se tornar realidade. Contudo, não sei reverter a inveja dos outros para mim, sou um verdadeiro para-raios e uma tolinha ambulante.

sds

D. Leal disse...

Concordo que quem nunca invejou algo ou alguém, que atire a primeira pedra!

Ter uma inveja momentânea é totalmente diferente de uma pessoa que passa a vida inteira semeando discórdia, tendo o sentimento da inveja tomado conta de seu ser! Pessoas assim são infelizes, e quero é distância do veneno deles...

Pronto, falar mais nada não, senão depois vem um invejoso fazer confusão, né!?

Beijos, Di.

D. Leal

Alessandro Turci disse...

Hum !
Muito bom mesmo!
Parabéns pelo post.
Abraços!

sandra paula disse...

Ufa Diego,quanta inveja! pensei que não terminaria,pior que é a mais pura verdade,parabéns pelo post. Gostei por ter me feito recordar dos smurf.Bjus

LISON disse...

QUE POST FANTÁSTICO!
AMIGO DIEGO
Você colocou uma belíssima moldura na senhora inveja... Um texto repleto de sabedoria que remete muito a refletirem a pequenez de feitos alcançados pelo recurso de tão medíocre caminho. Parabéns pela excelente narrativa.
Parabéns por mais um post de qualidade!
Abraços,
LISON.

joana disse...

Diego
...eu nem gosto de pronunciar essa palavra...me dá muito medo,sabe...ha anos eu tive um acidente e quebrei uma perna...uns dias depois me lembrei que na rua,uma mulher me elogiou as minhas pernas...realmente ela me olhou de uma maneira...dizem que as pessoas tem esse olhar de mau olhado e não sabem...mas de que fazem mal...fazem...A partir desse dia uso sempre um amuleto e tem dado resulltado...
bjs
joana

ÂME PASSIONNÉE disse...

Diegoooooooooo, vc se superou, amei o post...........

era tudo que um dia eu queria escrever, e nunca consegui,.........

vc me autoriza a copiar e colocar em um outro blog que eu tenho, mas te dou os creditos e logico......

e te passo o endereço, mas tem uma condiçao..........

vou escrever em outro comet e vc apaga ok........

bjs

persona disse...

Pois é meu caro, a inveja é a companheira inseparável das pessoas que não sabem o que é sucessos na vida. vassalo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments