26 de abr de 2010

As 6 coisas que você não sabe sobre mim - Diego Jr.

Recebi da Leila Franca, um Meme que eu teria que falar detalhes ou passagens que ocorreram em minha vida. Vai ser bom até para a Leila me conhecer um pouco. Pelo menos a Leila já tirou uma curiosidade quando me perguntou em qual cidade eu nasci (Resende-RJ).





1 - Nos meus 9 anos de idade, eu fugi com um circo. Mas meu pai mandou fuzileiros navais marinha amigos dele atrás do circo e me acharam chorando implorando pra não me levarem de volta pra casa. A mulher barbada que me escondeu. Eu queria sempre fugir, isso desde bebezinho, que minha mãe me disse que, no cercadinho onde eu ficava com meu irmão, eu fazia ele de apoio e subia nas costas do coitado e pulava do cercadinho. Ah, sou sonâmbulo, só que as crises de sonambulismo diminuíram, mas antes, era demais. Lembro que uma vez meu pai me acordou na porta de uma vizinha nossa, ele disse eu estava batendo na porta da pessoa e chamando pelo nome. Quando fazia faculdade foi uma fase repleta de crises também. Porque acordava no quarto de um dos meus amigos justamente quando eles estavam com as suas respectivas namoradas. (ressaltando que, eu durmo bem a vontade) imaginou a cara da mulher acordando na cama com dois homens e um pelado?


Ah, uma delicia de lembrança, quando eu tinha 14 anos, que uma amiga minha queria namorar o motorista da Kibon, daí eu tinha que me fingir irmão dela pra ficar de olho e ela se sentir protegida. Daí eu saia junto com eles (ele dirigindo o caminhaozinho da Kibon) ele parava pra ficar com ela num restaurante namorando e quanto a mim, adivinha? Pois é, ele abria a porta traseira do caminhão e me dizia : Escolhe, e pode tomar o sorvete que quiser. Eu só escolhia os mais caros. ahahahah



2 - Eu não sou o Raul Seixas, mas já andei pelos 4 cantos desse mundo. A primeira vez que fui a Foz de Iguaçu, eu e mais 3 amigos de escola. Nos perdemos quando atravessamos a ponte da amizade a pé. Eles me encontraram depois P.da vida porque eu estava muito bem sentado tomando suco e conversando com umas gatas. E depois voltamos, e perdemos o ônibus de volta pra casa. E ficamos esperando mais de 5 horas o outro para voltar. E o hilário dessa história, é que eu esqueci duas sacolas no banco de espera na rodoviária com o que comprei no Paraguai. Ah, também fiz uma viagem de carro, e o meu carro deu problema e acabei ficando em uma cidade chamada “Linhares” no ES. Apelidei essa cidade de “cidade fantasma”. Fiquei 2 dias esperando essa tal peça chegar, dormindo em uma pousada que era subterrânea. A janela era um comungol, o recepcionista parecia o Gomes, aquele personagem da Família Adams. E eu não dormi porque achava que a noite ia ser atacados por vampiros, zumbis etc.


3 – Um dos meu piores acidentes de moto, eu fiquei em coma, tive 3 paradas cardíacas e não vi bulufas de luz no fim do túnel nenhum. A única luz que eu vi, foi na hora do baque quando ultrapassei o sinal (amarelo) e veio um micro-ônibus com tudo e me pegou em cheio. Aí sim, eu vi um clarão que parecia um raio. Com esse, foram 6 acidentes. Sendo 2 com carro e o restante com moto.


4- Tenho mania de escovar os dentes em movimento. Fico escovando e andando pela casa, vou à sacada e olho a rua.

Não posso ver pais repreendendo os filhos ou ameaçando bater, eu começo a me tremer.


5- Amo festinhas infantis. Hoje(domingo) mesmo fui a uma que a decoração era do Procurando Nemo. E depois dos parabéns que entregaram aquelas lindas lancheirinhas do Nemo, chamei a mãe do aniversariante no canto e sussurrei “Sobrou lancheirinha? Se sobrou pode me dar? É que tenho trauma de infância, quando era pequeno nunca me davam lancheirinha porque eu era grandinho.” E ela ficou sensibilizada com o que eu disse me deu. E ainda saí com um prato enorme de bolo e docinhos. Ah, quando cheguei na festa, me deparo com um amigo meu com a jaqueta preta, camisa cor lilás e calça preta. Do mesmo jeito que eu estava. Ficamos parecendo dupla sertaneja. Par de vaso fúnebre.


6 – Ainda não sei qual é o meu inferno particular neste planeta. “Descolado” para mim significa que eu não consigo subir paredes. Quando me disseram que eu seria pai (2004) o choque foi maravilhoso. Achei que foi uma prova que eu teria que passar dada por Deus. Ele falou : “de tanto você ser um galinha e namorar muito. Você terá que ir pro purgatório. E ficará lá até eu decidir se irá para o inferno ou paraíso. E eu perguntei: tenho alguma saída para não ir pro inferno? Deus disse: - Tem sim! Se você sentir o amor mais puro do mundo e for correspondido. Daí quando a minha filha nasceu, olhei pra ela e falei “ ela me ama” E assim escapei do inferno. Uma das coisas que eu aprendi é que em matérias de amor você simplesmente sabe. Não há regras.

Agora a escolha dos 6 que vão continuar com a saga do Meme.







































20 comentários:

Josy Nunes disse...

Oi,
Diego,
o máximo a sua história...
bjos no coração e fica com Deus

Leila Franca disse...

Oi Diego,

Quando te indiquei para o meme foi porque tive uma intuição de que de você iria vir um texto cheio de histórias emocionantes, vibrantes e apaixonadas, porque são essas vivências que tornam uma pessoa especial. Gostei muito de ler o que escreveu.

PS 1. Minha curiosidade a cerca de onde vc nasceu é porque às vezes me parece que vc é carioca!

PS 2: Também tomei umas surras do meu pai porque vivia aprontando.

Geraldo disse...

Buenas Diego,

Já que fui indicado em duplicidade e como tu já me "roubou" um dos meus possiveis indicados (o Joselito) vou fazer duma vez este MEME

Abraço

Valéria Braz disse...

Dieguito aprontão.... são as fases difíceis da vida que nos fazem pessoas especiais... e adorei conhecer coisas que sequer fazia idéia.... situações um misto de hilárias e tristes.... e agora cá entre nós, nem pensa em sofrer outro acidente de moto e nem de carro... acho que sua cota desta vida já tá de bom tamanho!
Você tem um jeito muito interessante de "ensinar" sua história!
Adorei.....
Beijo no coração

ÂME PASSIONNÉE disse...

Ai gente que legal............

nunca tinha visto isso, ameiiiiiiiiiiiiii


bjocas

Sissym disse...

Voce não existe, precisam inventar outro! Do circo foi barbaro, me fez lembrar que uma vez após assistir uma novelinha infantil que a criança amarrava na ponta da vassoura uma trouxinha de roupa e fugia, eu do nada, disse Tchau ao meu pai que estava na mesa almoçando e fiz o mesmo. Ele não acreditou pq eu era zen e não havia problema, mas quando bati o portão ele veio correndo atrás de mim. Ahhh Diego, ele me abraçava com tanta força e quase chorou! E eu PATETA nem tinha motivos para dar! Que tolinha!

Hellyanna disse...

Gente eu um dia quiz fugir com o circo......

mas foi por conta do "Rico", que é o nome do palhaço, que até hoje mora na minha cidade e agoraq é radialista, e ta feio q doi,.......

que bom q eu não fugi, ufa!!!!!!!!!!!!

adorei as histórias Diego....

bjs

topmaiz disse...

Dieguito,

Muito bom conhecer um pouco mais sobre você.

A sua história é interessante e ao mesmo tempo engraçada, tô rindo até agora de você ter fugido com o circo e seu pai ter mandado fuzileiros navais marinha te pegarem.

ahahahaha

abraço!

Cris Travassos disse...

Parecem cenas de filme. Você é mesmo especial.

Beijocas

LISON disse...

QUE POST FANTÁSTICO!
AMIGO DIEGO, que bom que tive a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre você. Gostei muito do seu aprendizado, de suas experiências e principalmente por ter administrado sabiamente tantos acontecimentos. Ficou hiper legal o seu MEME!
Parabéns por mais um excelente Post!
Abraços,
LISON.

ROBERTO LIMA disse...

Diego você era bem teimoso.kkk.Muito legal a sua história.Abraços

Eninha Campos disse...

Diêeeeeeeego, Eu?! Tou ferrada...não sei se vou ser capaz .Sou uma trapalhona. Tenho a péssima mania de sintetizar tudo . O twitter foi feito para mim hehehe.

Muito obrigada pela lembrança :) prometo aparecer como Meme muito em breve.
Mais hein ? Seis grandes coisas interessantes sobre você ...
“Brincar é a condição fundamental para ser sério”. Isso você sabe fazer muito bem . Sou dessa turma.
Está provado que bom humor atrai bom humor e a qualidade do humor nos diferencia uns dos outros.

Liinnndo seu Meme!
abs,
Eninha.

* ƬℋคƬคℓyScคℓ * * Scaldelai * disse...

Que história linda amigo!
A do circo foi muito boa!Até parece filme de comédia!
A dos pais separados me fez lembrar a minha infância e me levou ás lágrimas porque fui e ainda sou muito rejeitada(pela minha mãe,porque o meu pai já se foi cedo demais),mas Deus me dá forças á cada dia para prosseguir e não desistir...

Parabéns vc é um guerreiro!

E pelas escolhas dos amigos!

Beijossssss.................

Deus abençoe cada vez mais.

deste-mundo-e-de-outros disse...

Diego,

Eu nem acredito que eras pior do que eu! Fugir com um circo... ahahahah

Mas o que mais me impressionou foram a quantidade de acidentes a que tu sobrevivestes. Tu vê lá se tens cuidado, homem de Deus!

Abraços
Luísa

Jackie Freitas disse...

Muito bom, meu amigo, poder te conhecer melhor! Esse seu humor é realmente contagiante!
Bjs

Naty disse...

Achei incrível essa história do circo!

Fernandez disse...

Grande amigo Diego!
Adorei os 6 fatos. :-)
Sabe que também tenho hábito de fazer coisas enquanto escovo os dentes. As vezes tomo bronca da esposa. :-) rsrs
Forte abraço, Fernandez.

blogdacomentarista disse...

Diego, meu amigo! Eu gosto muito do jeito que você narra os acontecimentos, a gente lê de um só fôlego! Mas que saga, hem?

Me identifiquei com duas coisas: o sonambulismo, que parou quando entrei na adolescência, e as surras que levei, algumas até com razão.

Não fiquei traumatizada, mas jamais vou concordar com este tipo de método educativo, com ou sem razão, se é que se pode chamar o ato de bater numa criança indefesa de educação. De qualquer forma não afetou o amor que sinto por meus pais, depois que percebi que fizeram o que acreditavam ser certo.

Mas Diego, também fiquei preocupada com seus acidentes, tome cuidado. Não sei quem é que ouvi falar que moto é feita para cair, e que um dia ela ganha...

No mais, você comprovou o que eu já imaginava, você é um guerreiro, um lutador, que está inteiro nas coisas e não tem medo de se lançar.

Bjs

Denize

Sérgio disse...

Muito bom!!!
Quantas aventuras, hein!
Não devem faltar histórias para colocar suas filhas pra dormir ou num jantar com amigos.

Um forte abraço!

Mary Miranda disse...

Diego,
Muito emocionante esses seus "6 coisas"!
Aquela parte dos acidentes, confesso que fiquei com frio na barriga...
Cara, você nasceu de novo!!!!
E fiquei tocada na sua citação do amor infinito de pai.
Como não bastasse, ter crescido um homem de verdade, sem mágoa dos pais é, no mínimo, uma dádiva que serve de exemplo em sua personalidade!
Continue na luta porque a vida é assim mesmo.
Eu, nas minhas frases-efeito (rsrsrs) gosto de dizer:
"Apesar de tudo, a vida é bela!"
Abração, querido!
Mary :-)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments