13 de nov de 2009

Se você me deixar agora...






If you leave me now
Se você me deixar agora,
you'll take away the biggest part of me
Você levará embora a maior parte de mim.
oooh no, baby please don't go
Oooh Não, baby, por favor não vá.




And If you leave me now
E se você me deixar agora,
You'll take away the very heart of me
Você levará embora o meu próprio coração.
oooh no, baby please don't go
Oooh Não, baby, por favor não vá.
oooh girl, I just want you to stay
Oooh Garota, eu só quero que você fique.




A love like ours is love that's hard to find
Um amor como o nosso é amor que é difícil de se encontrar,
how could we let it slip away
Como poderíamos deixá-lo escapar?




We've come too far to leave it all behind
Nós chegamos longe demais para deixar isso tudo lá atrás.
how could we end it all this way
Como poderíamos acabar tudo desta maneira?




When tomorrow comes and we both regret
Quando o amanhã chegar e ambos lamentaremos
the things we said today
As coisas que dissemos hoje
‘A razão de machucar tanto essa separação é porque nossas almas são conectadas. Talvez sempre foram e sempre serão. Talvez nós tenhamos vivido mil vidas antes desta e em cada uma delas nós nos encontramos. E talvez em cada uma delas, nós fomos forçados a nos distanciar pelas mesmas razões. Isso significa que este adeus é um adeus pelos mil anos passados e um prelude do que virá. Quando eu olho para você, eu vejo sua beleza e graça e eu sei que ela aumentou a cada vida que você viveu. E eu sei que eu gastei cada vida antes dessa procurando por você. Não alguém como você, mas você. Porque nossas almas sempre devem estar juntas. E por alguma razão que nós desconhecemos, fomos forçados a dizer adeus. E eu posso te dizer que o tudo estará trabalhando por nós, e eu prometo e farei de tudo para me certificar disso. Mas se nós não nos encontrarmos mais e esse for verdadeiramente um adeus, eu sei que nós nos veremos outra vez em uma outra vida. Eu sei que nós nos encontraremos em outra vida. Nós vamos nos ver de novo, e talvez as estrelas tenham mudado, e nós nos amaremos não só por essa vida, e sim por essa e todas as outras que vivemos antes.’

-The Notebook (Nicholas Sparks)




Se eu pudesse, te olharia nos olhos e desejaria que fosse muito feliz, e você saberia que é verdade. Então eu te abraçaria, e te confessaria que me apaixonei inumeras vezes, mas amar mesmo, até hoje eu só amei você.

4 comentários:

arte-e-manhas.com disse...

Bonito texto, Diego. E seguindo a filosofia das almas, talvez talvez ainda tenham que viver mais mil vidas, até aprenderem a viver juntos.

Beijos
Luísa

S. Levy Lima disse...

sabe, Diego....você não existe.
nunca pensei ler coisas assim sem ser em livros de autores que nunca conhecerei.
você é um escritor de elevado gabarito, mas acima de tudo é um sentimental.
parabéns.

ah, pegue seu selo d'A Escriba no meu blog, é um dez+ 10 de Novembro.

abçs

joselito bortolotto disse...

Pode alguém acreditar firmemente que ama alguém? Achar que era pra sempre? E realmente ser?

Ebrael Shaddai disse...

E aí, irmão?? O que pode um escorpiano sentimentalóide falar a respeito??

Vidas análogas, mas as chances são inéditas, sempre!! A megasena vai ser sempre a mesma, as probabilidades de perdermos as de sempre, mas o dia da aposta e nossa postura, muitas vezes, podem fazer toda a diferença do mundo, sem que percebamos!!

Abçs!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments