23 de ago de 2009

O sonho

Outro texto enviado para o concurso.


Construímos vidas, em cima de vidas. Deixamos que os nossos sentimentos se sobreponham aos outros. Pensamos que isso é viver em conjunto, pensando que isso é amor, baseando-nos apenas em sorrisos sem a voz do coração…

Num dia em que a lua ilumina a vida de duas pessoas( a lua não ilumina toda a gente, a lua apenas deixa o seu brilho pairar pelo amor verdadeiro).
Ambos sabiam que sentiam era especial mas era impossível saber o quão especial era esse sentimento que lhes alimentava o sonho, ambos sonhavam a mesma coisas ser feliz. O que eles não sabiam era que essa vontade passava um pelo outro, entrelaçava-se nos seus desejos, ideais e aspirações…
Mas o toque da mão dela fez com que o seu coração lhe mostrasse que ela estava disposta a dar-lhe tudo, e quando digo tudo não é uma vida em cima de outra mas construindo uma nova, cheia de descobertas e sentimentos. Não é sobrepor sentimentos é sim uni-los…
Mas foi quando a boca dele tentou perceber se o que ela queria era o mesmo. O coração deles respondeu-lhes com um beijo, mostrando-lhes que há amor, amor verdadeiro. Resistente aos 140 km que o coração tem de fazer para estar nos braços dela, para que os dois possam ser totalmente felizes, porque só se é feliz quando se esta realizado e completo, e apesar de o coração não ter sido realmente partido em duas metades á espera de serem unidas, mas certamente há corações totalmente inteiros e cheios de força capazes de aguentar um VIDA que foram desenhados um para o outro, seguindo a simetria de todos os sentimentos, emoções e receios. E o coração dele e dela foi desenhado segundo o amor verdadeiro.

Autora: Margarida

2 comentários:

Sandra F. disse...

Que bonito. Parabéns à Margarida.

LL disse...

Muito romântico e belo. Parabéns à Margarida!

Abraços
Luísa

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments