11 de jun de 2009

À distância e suas invenções de desculpas.

video
(nao deixem de conferir o video editado por mim com a musica Umbrella- Ryhanna)

Distância e suas invenções de desculpas, talvez tenha sido as piores. Porém confesso: sem literatura, sem poesia, sem ser texto ou verso. O amor não se constitui apenas de homem e uma mulher, se não é capaz de doer até o infinito por ele. Sempre Te amarei na chegada e na saída, nos dois lados da estação. E, especialmente na ausência também. Diz Milan Kundera que, o amor acontece quando ela se inscreve nele como uma metáfora. E eu afirmo e deixo sacramentado que, de todas que minha alma criou, nenhuma foi tão bela e perfeita, como "a moça ao lado do pôr-do-sol". Eu e você, ainda temos uma eternidade a cumprir, juntos. A vida é o que nos resta. E tua felicidade, o que mais me importa. Pode achar isso um tipo de amor ensandecido. Mas eu sou capaz de cruzar o longo inverno da convivência, E assim, aprendi a amar com os loucos.


Um beijo, com gratidão e com tamanho cuidado...

Um comentário:

Chica disse...

Maravilha de vídeo! Valeu! abração,tudo de bom,chica ( Tu és poderoso, sabes fazer tudo, heim? Que legal,rsrsr)Eu sou uma anta em matéria dessas coisas...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments