25 de set de 2010

O desconforto do silêncio gritante




Para quem me conhece, sabe que meus gestos e atitudes estão evidentes é transparência do amor que eu sinto por ela. Duvido quem não perceba que estou parado na sua e a prova disso que ando meio "aéreo", que não consigo me concentrar em coisa alguma, e que todos os meus pensamentos levam a nossos momentos.Você me encanta de tal maneira que posso senti-la a qualquer hora do dia .

O silêncio não cessava. Resolvi matar as saudades da madrugada. Fiz uma visita surpresa a Anita, e acabei na surpresa sabendo que ela estava namorando. Ahahahah. Estava ela e o namorado assistindo filme.
- Diego, se quiser posso ir com você?
- ué maluca, e o namorado?
- Ele vai entender. E também está me dando sono esse filme.
- Vai pra China Anita! Que coisa absurda. Fica com seu namorado ae, num vai largar o cara pra sair comigo?
- Mania essa sua de mandar a pessoa pra China. Se fosse literalmente até queria ir com você pra conhecer. Mas me conta quem foi que estirou a língua pra você que eu vou lá arrancar os cabelos do FDP?
- Engraçadinha! Só queria saber como você tava, mas to vendo que ta ótima. Fica ae namorando que eu vou dar um giro pela cidade e depois vou dormir.
- E a namorada? A alma, estrela...Estão bem?
- Sim, estamos bem.
Fiz na marra ela voltar pra perto do namorado, se não, ela ira enganchar em mim e deixaria o homem a ver navios. Mulheres! Complicadas e cheia de coisas e coisas nada fácil de entender.
Enquanto isso, fico entendendo os sentidos da palavra ‘silêncio”. Como usar, onde não usar...
 É fácil ser sua pequena, porque sua imensidão comporta minhas falhas, navalhas e pequenices. Difícil é ter-te meu, na sua imensidão de gestos, palavras e olhares... Não saber o que fazer para retribuir as flores trazidas nas mãos, no peito e no sorriso... Não saber como acarinhar seu paciente ouvido e suas mãos fortes que amparam minhas lágrimas medrosas... É fácil ser sua pequena, porque você me envolve, acolhe, aninha, adula, amansa e não se cansa de ser terno e companheiro... Quero, vez ou outra, te fazer meu pequeno.. Poder te cuidar e te fazer o bem que me faz... Desconfio, porém, no seu sorriso e no calor do seu abraço que, a minha maneira, te tenho pequeno para que seja sempre grande, meu menino grande, um gigante... Amo-te nessa proporção e ainda mais, bem mais...” autora: Bruna Pocahontas
P.S: Você me encanta de tal maneira que posso senti-la a qualquer hora do dia .Eu respiro e transpiro você.



Letra da música traduzida

My Lover's Gone

Dido

Meu amor se foi
As botas dele não estão mais em minha porta
Ele partiu de madrugada
E enquanto eu dormia eu senti ele ir
Não volta mais
Não verei o oceano
Meu amor se foi
Nenhum navio da terra trará ele para casa novamente
Trará ele para casa novamente

Meu amor se foi
Eu sei que será meu último beijo
Sem a música dele
A melodia dos lábios dele passou
Eu canto sozinha
Enquanto vejo o oceano
Meu amor se foi
Nenhum navio da terra trará ele para casa novamente
Trará ele para casa novamente

Meu amor se foi
As botas dele não estão mais em minha porta
Ele partiu de madrugada
E enquanto eu dormia eu senti ele ir
Não volta mais
Não verei o oceano
Meu amor se foi
Nenhum navio da terra trará ele para casa novamente
Trará ele para casa novamente

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments