12 de mar de 2010

Já não consigo mais permanecer em silêncio

"Já não consigo mais permanecer em silêncio. Tenho de lhe falar pelos meios ao meu alcance. Anne trespassa-me a alma. Sinto-me entre a agonia e a esperança. Não me diga que é muito tarde, que sentimentos tão preciosos morreram para sempre. Declaro-me novamente a si com um coração que é ainda mais seu do que quando o despedaçou há oito anos e meio. Não diga que o homem esquece mais depressa que a mulher, que o amor dele morre mais cedo. Eu não amei ninguém se não a si. Posso ter sido injusto. Posso ter sido fraco e rancoroso. Mas nunca inconstante.Vim a Bath unicamente por sua causa. Os meus pensamentos e planos são todos para si. Não reparou nisso? Não se apercebeu dos meus desejos? Se eu tivesse conseguido ler os seus sentimentos, como creio que deve ter decifrado os meus, não teria esperado estes dez dias. Mal consigo escrever. A todo momento ouço algo que me emociona. Anne baixa a voz, mas eu consigo ouvir os tons dessa voz, mesmo quando os outros não conseguem. Criatura muito boa, muito pura! Faz-nos, de fato, justiça, ao acreditar que os homens são capazes de um verdadeiro afeto e uma verdadeira constância. Creia que esta é fervorosa e firme em F. W. Tenho de ir, inseguro quanto ao meu futuro; mas voltarei, ou seguirei o seu grupo, logo que possível. Uma palavra, um olhar será o suficiente para decidir se irei a casa do seu pai esta noite, ou nunca."

Extraído do livro Persuasão- Jane Austen- Em que Frederick Wentworth escreve uma carta para a sua amada, onde definitivamente ele vence o orgulho.


O enredo deste empolgante livro gira em torno dos amores de Anne Elliot que se apaixonara pelo pobre, mas ambicioso jovem oficial da marinha, capitão Frederick Wentworth. A família de Anne não concorda com essa relação e a convence romper seu relacionamento amoroso. Anos após Anne reencontra Frederick, agora cortejando sua amiga e vizinha, Louisa Musgrove.

O romance é amplamente apreciado, pois tem uma simpática história de amor, de trama simples e bem elaborada, e mostra o estilo de narrativa irônica de Jane Austen. Além disto, é original, pelo fato, entre outros motivos, de ser uma das poucas histórias da escritora que não apresenta a heroína em plena juventude.
O romance também é um apanágio ao homem de iniciativa, através do personagem do capitão Frederick Wentworth que parte de uma origem humilde e que alcança influência e status pela força de seus méritos e não através de herança.
 Aconselho a assistir "Becoming Jane".

É um filme que relata de forma romântica (mas triste) a vida da escritora Jane Austen.
É muito triste ver que as heroínas de Jane conseguiram ficar ao lado de seus verdadeiros amores (após tantos desencontros e mal entendidos) enquanto que a própria Jane Austen teve que abrir mão do seu único e verdadeiro amor. E foi esse amor, desencontrado e impossível, a principal fonte inspiradora para seus romances literários.
Descrição:
Na sociedade inglesa de 1795, apenas o dinheiro fazia funcionar a sociedade classicista da época e amar era considerado tolice. O Sr. e a Sra. Austen querem o melhor para sua filha caçula e planejam casá-la com o rico sobrinho de uma nobre senhora da região, mas a jovem Jane, abençoada com um espírito independente, enxerga muito além de riquezas e posição social, além de orgulho e preconceito. Ela quer se casar por amor. E é neste momento que Jane conhece o irlandês Tom Lefroy, um estudante de direito em visita ao campo. Ele é bonito, inteligente e pobre. Seus caminhos se cruzam várias vezes. Eles duelam verbalmente na floresta, dançam no baile da assembléia, ela o derrota no jogo de cricket e ele lhe dá Tom Jones para ler.
Autora tambem dos livros : Orgulho e preconceito - Razão e sensibilidade

P.S: quem vai curtir esse romance será minha amiga Valéria. Acertei? (ahahahah)


2 comentários:

LISON disse...

Que Post Fantástico!
AMIGO DIEGO
Pela chamada do artigo dá para dimensionar o lindo romance que é, Persuasão, de Jane Austen...Valeu a pena conferir!
Aproveito a oportunidade para lhe dizer que o novo layuot do Blog, ficou, magnífico!
Parabéns por mais um excelente Post!
Abraços,
LISON.

oticas sp disse...

eu simplesmente ADORO os livros dessa autora ! (Jane Auten) assisti somente a um filme produzido através do livro, que foi orgulho e preconceito . adorei também ! Amo o modo como ela aborda os diversos assunto que no rodeiam . Fantástico =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments