14 de dez de 2009

Finalmente consigo enxergar: era o meu destino!




"Eu nem sonhava
Te amar desse jeito
Hoje nasceu novo sol
No meu peito...

Quero acordar
Te sentindo ao meu lado
Viver o êxtase de ser amado
Espero que a música
Que eu canto agora
Possa expressar
O meu súbito amor..." (GUILHERME ARANTES - ÊXTASE)


Nunca entendi certas reações e atitudes que tomo. Nunca ME entendi. Nunca soube explicar o real motivo da nossa separação, da nossa distância, da minha fuga. Por que sim, eu fugi. Fugi de um amor cheio de promessas, e aquela promessa de ser pleno, de ser eterno, de ser perfeito. Só que eu sou IMPERFEITO. E acho que as minhas imperfeições te assustam e muito!


Mas hoje eu entendo o porquê de tudo. Eu precisava dessa fuga, desse intervalo de tempo. Eu precisava ter certeza que o que há entre nós é maior do que tudo aquilo que é normal e bem diferente do que existe por aí.
É que o meu amor por você apenas finge morrer só pra nunca deixar de viver, pra nunca deixar de ser amor, esse amor pleno, eterno e perfeito. E principalmente, pra nunca ver o fim do teu amor por mim.
E quando em sonhos, a magia inexplicável que ocorre, é aquela visão que estamos novamente lado a lado eu finalmente consigo enxergar: era o meu destino!
Eu sabemos que nós temos sorte. Acho que somos as pessoas mais sortudas do mundo e digo isso por que acredito que quando se é a pessoa mais sortuda desse planeta a pessoa que você ama decide te amar em troca. E eu que por tanto tempo lutei contra esse sentimento hoje, dia 16 de Novembro de 2009, mais do que nunca quero vivê-lo.
Faz mais de um ano, mas parece que foi ontem. Você respondeu meu “oi” e mudou toda a minha história. Já não consigo me imaginar com outro alguém sem ser você.
Você não entrou na minha vida, na realidade você sempre esteve aqui dentro de mim, bastava apenas eu encontrá-la e APARECER!

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments