20 de mai de 2009

Relatos de um pai solteiro - Parte I

Filhos nos ensinam cada coisa, principalmente a pagar mico sem ter vergonha.

Ontem fui levar minhas pequenas para escolinha, fui obrigado a perder uns 10 minutos a mais do tempo, porque a minha baby maior, chamou 3 amiguinhas e disse:
- Pai! Imita um elefante? Minhas coleguinhas querem ver.

- tá bom filha.

E lá vai eu, fazer sair do meu nariz e minha boca efeitos sonoros de um elefante.









Resultado: Fiquei com probleminha nasal. 3 horas com o meu nariz ardendo :(


E hoje quando fui leva-las, a questão nao foi "imitando os animais".

A maior estava chorando porque o menino que a professora escolheu para ser o par dela na festa Junina (Quadrilha), disse que não queria dançar com ela. Estilo do menino: Mauricinho, cabelo engomadinho, nariz empinado e cheio de onda.

Daí, pedi permissao a professora se ela poderia escolher outro.
Professora: Escolhe outro par Mel.

Filha: Eu nao! Escolhe pra mim pai!?
Eu: Ai meu Deus, mais essa agora.


Eu fiquei circulando pelo pátio e olhando a mulecada. Daí pensei: "vou escolher um que seja o meu espelho quando era pequeno".

E encontro um menino correndo atras das meninas, estirando a língua pra elas, e mexendo com os outros amiguinho chamando pra brincar. PRONTO! SERÁ ESSE.

Cheguei perto do moleque arteiro e perguntei: - Coleguinha, você gostaria de dançar quadrilha com a minha filha?

muleque arteiro: - QUERO!


Resolvido mais um problema.
Ser pai solteiro é isso...A cada dia uma emoçao e uma nova lição.


Até a proxima.

Diego

Um comentário:

Anne Lieri disse...

Diego,muito legal sua história!Os filhos nos ajudam a não perder aquela criança que temos dentro de nós!Tem um selinho prá vc em minha página!Abraços,

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments