19 de abr de 2009

Há um lugar para ser feliz, além de abril em Paris.



video


Você certamente já viveu algum instante, em algum lugar, ou alguma situação. E elas acabaram se tornando inesquecíveis. A tal ponto em que somos capazes de alterar os movimentos de rotação e translação da Terra e a fazemos parar tudo para lembrar aquele pequeno detalhe percebido em sonhos, fotos, ou textos, só para olhar, só para sentir, só para registrar e guardar para sempre. Uma sensação que só posso comparar a uns autos explicáveis segundos que se seguem ao prazer do sexo amoroso.


Vocês vão se perguntar depois que verem o vídeo:
O que tem haver a cantora Maysa nessa historia?


R: Ela será a imagem em pessoa que representará; ousadia, liberdade, emoção, sensibilidade e um único amor verdadeiro.


O porquê da música francesa “Ne me quitte pas”?
R: porque irei falar da França também.


Porque da França?
R: Porque há muitos anos, venho tendo um sonho insistente que estou com uma mulher, em um quarto (pousada ou hotel). E sei que se trata de ser na França, porque da janela conseguíamos ver a torre Eiffel, e estava sendo construída ainda. Em 31 de março de 1889 estava finalmente concluída a construção da "Dama de Ferro" ou simplesmente, Torre Eiffel. E outra cena, é a brincadeira com bolas de neve. E em outra cena, eram passeios em direção à rua, os pequenos trechos que se descortinavam aos olhos me traziam a certeza de que viveria mais uma vez aquela deliciosa experiência, e o meu deslumbramento e o registro de “ali fui feliz ao lado da mulher da minha vida”. E no outono em Paris, as cores vibrantes e com tons pasteis que eu notava demais.











As cores do outono em Paris. Champs Élisée, um enorme monumento parisiense , cuja construção foi ordenada por Luis XIV, em 1670, para dar abrigo aos inválidos de seus exércitos. Hoje em dia continua acolhendo os inválidos, mas é também uma necropsia militar e sede de vários museus. Napoleão Bonaparte foi sepultado lá.



Agora vou falar do meu olhar focando muito íntimo e pessoal. A cidade é deslumbrante. Como não ficar de olhos arregalados visualizando “Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Montmartre, Museu do Louvre, Jardim de Tuileries, Montparnasse, Champs Élysée, Invalides, Museu Rodin, Gendarmerie, Opera de Paris e até no Palácio de Versailhes.












Assim que passei pelo Jardim de Tuileries, entre a Praça da Concórdia e o Museu do Louvre, Ali, em frente ao maravilhoso grande lago, permiti que aquele novo amor contasse a história do meu indecifrável sonho. Aquele jardim parece ter saído de um conto de fadas, onde o príncipe encantado encontra a jovem camponesa troca o primeiro olhar e se apaixonam.













"O Museu do Louvre foi originalmente uma fortaleza fundada em 1190. Em 1546, o rei François I decidiu transformar a construção em um palácio real. O local virou museu em 1793 e hoje ocupa uma área de 156 mil metros quadrados. O acervo está distribuído em três alas, batizadas com o nome de grandes funcionários de estado da história da França: Sully (Ministro da Fazenda do rei Henry IV), Richelieu (Cardeal e Ministro do rei Luís XIII) e Denon (1º Ministro do Museu Central de Arte no governo de Napoleão I).Sua coleção permanente conta com 35 mil obras expostas. A mais famosa é a Monalisa, de Leonardo Da Vinci."


Não... Ainda não tinha encontrado as respostas para o meu sonho insistente Paris escrita.



Quem sabe naquela ilha “Saint-Louis” poderia encontrar alguma pista. Ela fica a dez minutos a pé do Marais e tem uma vista maravilhosa da catedral de Notre-Dame. É sedutora e apaixonável no primeiro olhar. Eu me rendi aquele encanto e foi instantâneo. Entre os pequenos prédios repletos de estúdios de arte e escritórios de arquitetura e design, lojas bacanas da Pylônes. Também a incrível l’Epicerie, com condimentos e geléias tão saborosas quanto originais. E o l’Orangerie, que só abre para o jantar e troca de menu todos os dias.


Curiosidade: Gosto de sucos com gelo, muito gelo. Como se diz “gelo” em francês? Bom, eu precisava descobrir. “beaucoup de glaçon





“A torre Eiffel, o monumento pagão mais visitado do mundo, símbolo da França e da Europa, completou nesta terça-feira (31/03) 120 anos. Para celebrar o aniversário do monumento desenhado por Gustave Eiffel, a Prefeitura de Paris deu-lhe uma nova capa de pintura. "Como nos pediu Gustave Eiffel no seu testamento, temos que repintar a torre regularmente para protegê-la da corrosão", explicou Jean-Bernard Bros, Secretário do Prefeito de Paris. Fonte: ELPAÍS.com - Madrid - 31/03/2009”



Há um lugar para ser feliz, além de abril em Paris. E espero ter a companhia da mulher da minha vida... "VOCÊ!!!"



"É incrível como temos o poder de imaginarmos as coisas como queríamos que fossem... Porém algumas datas chegam e nos surpreendemos como tudo está tão diferente do que queríamos ou imaginávamos!

Há um ano atrás nesse mesmo dia e talvez nessa mesma hora (não recordo com exatidão o horário) eu fui surpreendida com um "oi" que mudou muito minha vida!Desde então as coisas passaram a ser diferentes.

O foco mudou. As vontades. Os sonhos.Construímos algo baseado em "Nós"Eu dava o título e você desenrolava o enredo.

Eu dizia brigadeiro e você organizava uma festa.

Eu ficava bicuda e você me fazia sorrir!

Você, com suas manias esquisitas, entrou no meu mundo tão arrumadinho e bagunçou muito. E hoje, 365 dias depois, tudo tem outro sentido.

Não está sendo como eu imaginava, nem poderia ser. A gente prevê tudo na vida, menos a dor.

Não brigamos. Não, longe disso.Só que eu não imaginava que 365 dias depois teria tanta saudade depositada no meu coração. Decidi não imaginar mais o amanhã. Decidi que não quero mais fazer planos. E decidi que quero viver cada dia a partir de hoje como se fosse o último. Porque o Amanhã não pertence a ninguém.

Sempre sentimos muito.... sempre tivemos essa sensibilidade. Mas agora tudo que me resta é ir pra casa da colina e ficar vendo o horizonte até você voltar!

Estou com você, Minha Vida!Não importa onde e nem como. Você sabe muito bem disso.

TE AMO

Juliana" (18/03/2009)


E eu concluo ...Ne me quitte pas

4 comentários:

joao Assis disse...

Diego,
A paixão é o combustivel de nossas vidas,sem ela ficamos parados no meio do caminho,sem poder ir nem voltar,estaticos.
Um forte abraço,amigo.

Profª Sandra Bose disse...

Nao conheco Paris, mas conheco um pequeno pais chamado Butao, que ninguem conhece :)
quanto ao seu sonho, nao eh sonho nao, eh Vida Paralela. Assista a este video com calma (qdo tiver tempo).
http://www.youtube.com/watch?v=o9LV9vaGxJQ
Bjs

Chica disse...

Não conheço Paris e foi bom vê-la tão linda aqui, além de acompanhar teu sonho de amor! um abração,chica

EAD disse...

Amigo, não sei se o quê vc contou é um sonho, ou realidade. Fiquei bem curiosa, mas caso se trate da sua vida particular, me desculpe. Gostei demais da história dos monumentos de Paris.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments