19 de jan de 2012

O Caso Ana Paula Arósio - Aonde existe privacidade nesse mundo?


Estava eu muito bem na minha (grazadeus sem paparazzi) ahahahaha. Quando recebo um SMS do meu amigo Sérgio me dizendo que eu ligasse a TV no canal da BAND, onde se passava o programa da Adriane Galisteu para ver o que estavam falando da minha magnânima atriz ANA PAULA ARÓSIO. Fiquei perplexo de ver as cenas de incomodo que os produtores estavam fazendo para conseguirem qualquer contato com a atriz.

Mell dells, fico pensando o porque agora nessa maldita era digital/ virtual que estamos não temos mais direito a privacidade e sossego. E contradigo quem disser que se compra privacidade e paz. Nem a rainha da Inglaterra tem sossego, que dirá a Ana Paula Arósio.
Hoje em dia, qualquer um que espirrar já sabe que vai encontrar a dita cena no youtube da vida.
Eu mesmo tenho receio de experimentar roupas nos provadores das lojas, vai que minha bunda aparece estampada em algum blog devasso por aí. Até em residências são implantadas câmeras com objetivo dos pais vigiarem os filhos para saber se transam nos quartos, ou atacam a geladeira quem está fazendo dietas.
Sempre odiei celulares, câmeras e agora malditos GPS ahahahahah. Certeza que se eu me casar, a esposa colocar GPS até no zíper das minhas calças. A situação está tão caótica que até os lugares que dizem não haver paparazzi, já foram descobertas. Não existirá mais quem possa dormir numa varanda de casa de campo ou praia, sem ver no outro dia uma manchete dizendo que você ronca e solta pum enquanto dorme.
Enfim, voltando ao assunto da Ana Paula Arósio. Se ela tem segredos, ou esconde algo, é direito dela. Um dia “se” ela quiser divulgar, só a ela cabe saber quando. Acho apelativo querer descobrir esse tal mistério que ronda a vida dela. Já começam a dizer que é depressão, que ela engordou (ela gorda ou magra, para mim sempre será a mais bela). Se ela quer ficar em paz, seja por sete meses ou sete anos, deixem a mulher viver a vida dela sossegada. Está parecendo o povo quando me monitoravam quando eu tinha Orkut há muitos anos atrás. Tinha gente que não dormia para ver se eu recebia scraps, depoimentos ou colocava fotos novas. Incrível, parecia que eu era monitorado 24 horas por dia.

Se a Ana não quer dar entrevistas, reportagens e etc. É problema dela, só dela. E se eu fosse aquele velhinho (bravo o velhinho hein? Que coragem!) eu teria feito melhor, pouparia a gritos e abusos verbais, e estourava apenas os pneus do carro, depois mandava o cash pra pagar os novos. Se eu fosse aquele vigilante, dizia que o dono do sitio era Pedro. Sim, aquele que guarda as chaves do céu. Se ele desse autorização estava ok a permissão.
As pessoas criticam que, quando as pessoas comuns se tornam celebridades, têm que suportar os paparazzis, que se chama o dito “preço da fama”. Sei lá, acho que celebridade para mim é Deus, e o resto sempre será comum.
Passar perto de uma Juliana Paes da vida, seria a mesma coisa que passar pela minha namorada. Daria no mesmo. (sei, tô falando isso porque não tive a oportunidade de passar perto da Juliana, e se passasse, acho que ia ficar vesgo e babando ahahah).
Agora chega de humor, falando sério mesmo. Ninguém queira estar na pele do outro. O calo que aperta no seu sapato, só você sente. Deixa a mulher viver a vida dela em paz. Não tenho ideia do que se passa na verdade com ela. E se tiver ocorrendo, que sejam coisas boas, tipo, queria que ela fosse mãe, tivesse um filho e soubesse como é ser amado (a) incondicionalmente. E se não for isso, que seja outras coisas tudo de bom.

A Ana sempre será a minha atriz que fica no topo da preferencia.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments