3 de ago de 2010

Pai até pelo avesso.





Quem será que é o dominado e o dominante?
Semana passada eu falando com a secretária de um gringo (EUA), e minhas meninas chegam e querem saber se íamos sair ou não. E a mulher do outro lado me diz que ouviu vozes de crianças e perguntou delas.
Sábado falando com a Valéria no celular ela escutou as meninas que estavam próximas. E a ultima foi assim. Eu recebi visitas, e as minhas duas grudes resolvem correr uma atrás da outra, me viram e começaram a correr ao meu redor, e eu pedi licença e fui ver qual era a da situação. 

A mais velha disse que a caçula pegou o gloss de morango dela. GLOSS? A correria era por causa de um Gloss? Pensei que por um segundo que eu ia piscar meus olhos e vê as meninas nos seus 15 anos.
Agora acordando pra realidade, elas são crianças ainda, e parecem moças brigando por causa de gloss. E isso foi influência apenas da minha mãe não, foi da Juliana também. Sei que resolvi esse B.O confiscando o Gloss das duas e só darei quando elas não ficarem mais fazendo isso.

Minha mãe acha que eu sou culpado das meninas serem assim. Que elas vivem grudadas comigo, maior parte do tempo estão onde estou. Já tiveram inúmeras babas. Porem, esses dias elas disseram que não querem baba nenhuma. E eu acabo pagando por isso. Porque pela parte da manhã que elas estão comigo, atendo algum cliente ou qualquer outra pessoa, do outro lado vai ter que ouvir crianças brincando e tagarelando. E eu ainda sou bobo que eu paro o que tiver fazendo e atendo elas preferencialmente.  Pelo visto serei daquele pai que elas vão ligar depois da balada e me mandar pega-las onde elas estiverem. E isso se eu por acaso eu deixar. Porque serei um pai presente e não aqueles só de nome.

E a correria da hora de levar e pegar na escola? Lembro uma vez que estava atrasado para algum compromisso que, a professora falando comigo e eu querendo ir logo embora, que peguei uma mãozinha e fui levando, e depois escuto um grito “– Paiiiiiiiiii!!” Era a mais velha lá trás já começando a chorar. E porque? Eu tava levando a filha errada. E quando olhei pra menina, ela ainda me sorri. Olhei espantado e devolvi. A professora deu altas gargalhadas. Incrível que, a tal menina que eu estava levando nem se quer exaltou. Sinal que não deve ser feliz.
Bem, e da vez que tinha q levar uma maquete de transito que era a semana da educação do transito. E eu sempre ando com elas segurando as mãos, e pra levar a maquete também? Sei que descemos do carro, e procurando as coisas delas e a maquete saiu voando os semáforos e pedestres e eu correndo atrás deles, as minhas filhas rindo. Bem, eu entreguei a professora e ela me perguntou qual era o tema daquele CAOS de maquete. E falei: ”- 2012 – como ficará o trânsito?” Ainda dizem que sou doido em querer colocar mais 4 filhos no mundo. Mas se minha amada só quiser uma gestação, é torcer para que venham logo dois meninos de uma vez. Não é amor?

As madames mirins antes assim que acordavam elas iam onde eu estava. Agora? Ahahha Elas acordam, chamam pelo pai e querem que eu sirva Nescau pra elas enquanto assistem desenho. E tem que ser o pai. Porque quando a empregada fez isso, elas falaram assim  pra mim “- quem tem que fazer isso é você. Porque você é quem é nosso pai.” E quando é na hora de se levantar, a caçula me chama pra pega-la no colo “ - Quer que o pai te leve pra onde agora?” e ela responde “- Me leva lá pra sala” E vai conversando no caminho comigo, dizendo que quando eu ficar velhinho, ela quem vai me carregar no colo. Ahahahahah.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments