23 de mar de 2010

O desapego é fácil



Esses dias recebi em uma só tarde 37 torpedos da Anita. Desde quando não tive mais contato com a “...”(suprindo o nome da pessoa). A criatura aqui já não se dava com celulares. Então o desapego é fácil. Quando cruzo com a coisa, vejo 37 torpedos. Abro e todos eles se referindo a um único propósito. “Diego, tem uma novidade. Vc precisa ver” ou “responda essa mensagem, kd vc?”; “não atende, não responde, sumiu?” etc


Daí, quando nos encontramos:


Ela: E aí? Gostou?


Eis que chega a Anita, com a cor do cabelo diferente (eram loiros, e agora estão castanhos), sem maquiagem (poderia ver as sardas do nariz dela)...


Ela:Diego?! Fala alguma coisa!


E de imediato veio na lembrança uma pessoa.


Ela: Diego! Seus olhos estão assim, não sei como definir, brilhoso, como se tivesse lacrimejando. To tão feia assim? Desse jeito até me assusta.


Eu: Você está LINDA. Gosto da cor da sua pele, (branquinha), e vc sem maquiagem, agora vi que você tem sardas. Adorei.


Ela: você ta falando sério, ou zuando?


Eu:to falando muito sério. Voce está linda mesmo. E sendo bem sincero, me lembrou a “.....”


Ela: Diêgo!? Se eu soubesse que ficaria parecida com a outra, não teria feito isso. E também nem pense que foi por sua causa quando me falou que não curte loiras.


Eu:  Sei...


Ela: E mudando de assunto. Você falou esses dias que me levaria na sua casa. E quando vai ser?


Eu: porque a pressa Anita? Calma, tenha paciência.


Ela: E porque esse mistério todo? Pq mudou agora?


-Eu:Não tem mistério nenhum. Pode esperar?


-Ela:Hum, sei. Não quero nem imaginar a bombástica novidade. Casado já sei que não é. Será que é dominado pela mamãezinha? Rsss


Eu:hoje você esta exalando bom humor né?


Ela:Você tem que desencanar meu amigo. Nem conheço pessoalmente sua amiga Valeria que tanto você fala, mas já admiro muito o modo dela pensar. Ela tem razão. Se existe amor único e verdadeiro, e não deu certo nessa vida, é bola pra frente e curtir o que a vida agora te oferece.


Eu: Anita,você e ela são previsíveis. Sempre sei o que vocês duas e outras pessoas vão dizer. Incrível isso não é?


Ela:Diego, mudamos de assunto então. Eu só quero que saiba que tem sido um irmãozão pra mim. Nunca vou esquecer o favorzao que me fez essa semana. Meu carro na oficina esses dias, e você foi um anjo em quebrar meu galho em resolver uns lances comigo.


Eu:Não precisa agradecer, eu curto dirigir. Eu sempre dizia que, depois de casado, eu ia preferir dirigir sempre pra minha futura esposa. Caso ela não curtisse dirigir né?


Ela: Você não existe Diego. Nem parece ser desse mundo.


Eu: se eu te disser que sou de uns 3 séculos passado, você acreditaria?


Ela: Sei lá Diego. Já não duvido de mais nada vindo de você. Um homem que não sabe se adaptar com celulares. Conheceu Notebook e aprendeu rapidinho pq uma ex namorada ensinou. Você nunca me deixa abrir a porta do carro. Abre pra eu entrar e sair sempre. Não fuma, nunca deu um tapinha em um baseado. E senta ao lado de um velho que estava tocando violão sem cordas e cantou com ele.  E parece nunca envelhecer. Só pode ser de outro planeta. Anda! Me conta de qual você veio. Prometo sigilo absoluto.


Ela me começa a me fazer cócegas pra ver se eu confesso.


Eu: Você já namorou a distância?


Ela:não acredito nessa. Já vi acontecer umas 100 vezes. No ano passado meus amigos de faculdade que começaram com essa de namoro a distancia, acabaram no segundo semestre. Namorar  só na real.


Eu: E o seu namoro? No que deu?


Ela: Ele é musico. Acompanhava ele sempre. Curtia todas as musicas. Até que um dia, a letra da música não tinha fundamento pra mim. E também porque não me chamo Jeniffer. Quebrei a guitarra dele.


- Nossa!ahahahhah

"Ela prendeu a respiração, tentando ouvir algum som que lhe indicasse onde ele se encontrava. Seus olhos perscrutaram inutilmente a escuridão da sala. Nada. Nenhum sinal do estranho que invadira sua casa em meio à tempestade. De repente, braços fortes a imobilizaram e uma boca ávida procurou a sua. Ela quis fugir, mas tudo começou a girar num louco rodamoinho de carícias e emoções desconhecidas..."

 

10 comentários:

Victor S. Gomez disse...

Você também escreve muito bem. Obrigado pelo comentário. Abraços

Fernandez disse...

Grande amigo Diego!
A freckles (Anita) parece ser muito bacana... adorei o lance dela do "a música não tinha fundamento, não me chamo Jeniffer e quebrei a guitarra dele" :-) rsrsrsrs
Cara, temos que aproveitar as oportunidades da vida.
Grande história amigo. Momento bacana.
Forte abraço, Fernandez.

Valéria Braz disse...

Tô começando a ver uma louca paixão nascendo assim com palavras "não faz o meu tipo"... mas me transformo e fico louco esperando as mensagens que teimam em chegar....
Tô começando a sentir um cheiro de questionamento no ar, como??? porque será que está sendo tão bom???? não teria que continuar me martirizando por outro amor?????
Tô começando a achar que o gigante Diego vai se entregar???????
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Será que estou tão errada assim????
Apaixonado amigo, se permita sentir... se permita querer... se permita viver tudo o que for para ser vivido! SEJA FELIZ sem precisar saber como será amanhã.
Beijo no coração

CCMaia disse...

Como o Victor falou vc escreve mt bem. Vc lê roteiros de filmes, peças de teatro? Eu adoro e é excelente para quem pensa em escrever. Estou até com umas idéias minhocando. Sabe qdo vc fica c 1 história na cabeça e a coisa vai crescendo?

CCMaia disse...

Tinha escrito um comentário mas na hora de publicar algo aconteceu q o dito cujo sumiu. Vou aguardar pra ver se aparece, senão, volto aqui. Odeio qdo isso acontece. A gente escreve entusiasmada e a coisa 'puf' evapora. Perdi o rebolado.

Rosana Madjarof disse...

Dieguito!!!

Não me canso em dizer que você é um romântico inveretarado, e agora posso dizer mais: você não é deste mundo... kkkkkkkkkkkkk

Adorei!

Bjs.

Ro.

Crista disse...

Tiquetaqueando...
Não... não é o som do meu coração, nem do meu relógio... é o barulhinho dos meus saltinhos, passeando no teu cantinho (já está cansando tanto inho,né?), para reabastecer minha alma de coisas lindas que só encontro por aqui... nem precisas dizer que pensastes:
Essa Crista me paga... tá pensando o que? Se ela não me visita, eu também não a visito!!!!!
E eu kéko???? Não estou nem aí... se tu não vens, eu vou... aaaeeeeeeeee... viu como não adianta ficar longe de mim?????
Eu sou a tal da chiclet... grudo até no pensamento!!!
Agora que voltei a brilhar com a tua luz... eu vou... e tenha a certeza de que te leio sempre, que gosto muito de ti e que FELIZMENTE, nunca mais vou largar de teu pé... huaschuaschuasch...
Beijo a palma da tua mão...

* ƬℋคƬคℓyScคℓ * * Scaldelai * disse...

Dieguito,
Realmente vc não é deste mundo!
Muito boas as suas histórias da vida real!

Fica com Deus.

Lilian disse...

Olá meu querido amigo Dieguito,

Já falei que você é um eterno romântico apaixonado...
E não venha me dizer que não está se apaixonando por sua amiga, que vou desmentir. Tá na cara, amigo.

Abra seu coração para um novo amor, o que se foi é passado, morto e enterrado. Não dá para viver pensando no amor antigo. Segue adiante e seja feliz com quem está sempre junto a você.

Beijo no seu coração.
Carinhoso e fraterno abraço.
Lilian

oticas sp disse...

Cara, você escreve MUITO bem !! =) Parabéns -* eu me divirto todos os dias lendo seu blog ! ;) histórias muito boas.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments