10 de jan de 2010

Mudança noturna



Mudança noturna ao qual me refiro é mudança literalmente.
Estava eu ontem a noite até imaginando que seria uma noite tediosa. A namorada com cólica e um humor daquele. Daí, não conseguia pensar no que fazer para a noite ficar interessante.
Daí, uma visita:
- Diego! Topa ajudar a turma numa mudança? Vamos levar umas coisas para casa de praia em Caiobá que compramos. E como pretendemos passar o carnaval por lá, vamos equipar a casa.
- Oba! Mudança noturna. Isso é ótimo. Lógico que vou, pera aí.
E fui me trocar. Quando chegamos lá, eu tirei a roupa e fiquei só de sunga de praia.
Fred: - cara, sunga de praia a noite? Ahahaha só vc mesmo viu?
Eu: ué, eu não sou besta, só assim os raios malditos não me pegam e assim nem preciso passar bloqueador solar.
Daí fomos descarregando as caixas do caminhão. Eu querendo pregar um susto na Sansara enquanto ela estava abrindo uma caixa. fui engatinhando bem de mansinho e com os meus dedos apertei forte no calcanhar dela. E ela deu um grito. E me xingou, lógico.
Minutos depois, to eu descendo com uma caixa escrito ‘FRÁGIL’ a Sansara grita:
DIEGO, olha uma barata enorme passando no seu pé.
Pronto, se vingou! Larguei a caixa, e sai correndo.
Sergio- Diego, faz assim, vc é desastrado demais. Deixa que eu, Fred e Rodrigo ficamos aqui com as caixas e você vai la pra cozinha com as mulheres.
Fui sorrindo e achando bom. Lá estava a sogra do Fred, assim que me viu entrando na cozinha só de sunga arregalou os olhos. Ahahahha
Sogra:- Filha, o rapaz é calorento é?
Sansara – Não mãe, ele é safado mesmo. Nem ligue, é o jeito dele mesmo.
Sogra: - Mas ele é tão bem feitinho de corpo né?
Sansara: cai na risada.
Eu: Vou fazer uma torta de frango rapidinho aqui, quando a turma acabar vamos encher o pandú. Sansara! Corte cebolas, tomates, pimentão, alho. Shirley, você vai untar aquela forma de vidro quando eu precisar. E eu vou preparando a massa e deixar ela descansando e depois vou preparar o recheio.
Sogra: - Bonito de ver rapaz, você é prendado.
Sergio: Diego, vai cerva!?
Eu: não, tem refri?
Sergio: Sai pra lá fresquinho, seja homem e larga P**** de refri e Nescau.
Eu: Vou largar não, olhe pra minha barriga e pra sua. Agora entenda porque não vou largar o Nescau e beber cerveja como você.ahahaha
Depois da mudança feita, lanche pronto. Comemos, conversamos. O dia amanheceu, eu voltei pra casa, chegando quase as 6:00hr.
Beatriz: Bom dia , acordou cedo para ir a praia?
Eu: Não , eu acabei de chegar da praia.
Beatriz: Você foi de madrugada? Porque não me chamou?
Eu: Não, fui ontem a noite.
Beatriz:Sei que não somos casados, e não me deve satisfação nenhuma, mas me poupe dos detalhes sórdidos e eróticos do que foi fazer na praia.
Eu: - Fui ajudar meus amigos numa mudança, sabia?
Beatriz: - Homens! Cada historia que inventam.

4 comentários:

Cris Travassos disse...

É difícil de acreditar mesmo, mas a aventura vale a bronquinha.

Beijocas

Valéria disse...

Kkkkkkkkkkk.... ninguém leva a fama sem deitar na cama!
Mas é verdade louco amigo... as vezes as mulheres vem mais maldade do que realmente aquela que existe!
Beijo no coração

Lilian disse...

Olá querido amigo Dieguito,

Tá vendo o que dá ser safadinho. Leva bronca até quando não merece.
Muito bom o seu texto. Valeu, amigo.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Claudine Ribeiro G. Netto disse...

Olá amigo Diego, pelo que leio sobre você tirando de suas histórias e perfil, és um ser humano dedicado a família e aos amigos, és engraçado, inteligente, sincero e romântico, só que tens uma fama danada de namorador e por isso ás vezes tuas namoradas não acreditam no que falas, mesmo a verdade.
Você é uma das pessoas que mais conheço aqui no diHITT.

Abraços.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments