12 de abr de 2009

Homem não Ri - O Sorriso pertence às mulheres.


Dizem as más línguas que, quando se juntam, as mulheres, parecem galinhas. Com mais ou menos penas é a imagem na brincadeira ou não, que muitas vezes se atribui às mulheres quando convivem entre elas. A razão de tal caricatura grosseira pensa-se que é derivado do elevado frenesi que elas põem nas suas conversas.


Dotadas de um elemento neurológico mais conversador, comparativamente ao lado homólogo masculino, qualquer assunto básico vira nas suas mãos, que é como quem diz, na sua boca, um autêntico festival de palavras. Levando isto para o lado da festa, digamos que uma conversa de homens não passará de uma modinha cantada por um grupo de pirados por futebol, enquanto que uma tertúlia feminina será o próprio festival da Canção, inteirinho, com votação e tudo.

Tudo isto por quê? Porque causa lá uma bolsa e sapatos já abordados aqui, que nós homens não temos e por isso falamos mais silencioso. Mas é só isso que leva a que sejam apelidadas de galinhas quando confraternizam? Penso que não. Aquilo que faz qualquer encontro de mulheres parecer uma festa é pura e simplesmente uma coisa muito simples, o riso.





As mulheres riem, os homens sorriem. As mulheres riem da vida, os homens riem quando se lhes conta a vida. Mas vamos às práticas. Dois casos muito parecidos, mas tão diferentes.
Primeira cena: Eu ia saindo às do Mercado em direção ao estacionamento. E reparei em 2 moças que seguiam atrás de mim. Elas iam lá na sua conversa e, eu carregando duas sacolas de compras. Quando viram uma senhora levando aquele tropeção se espatifando no chão, eu como um gentleman fui socorrer a senhora, foi um pouco complicado, porque a senhora não conseguia se levantar, e eu usando toda minha força, tentando levantar a senhora (ela devia pesar mais de 150 kgs). O que fizeram aquelas duas moças perante tal situação?

Deram muitas risadas. Só não rebolaram no chão de tanto rir talvez por vergonha. O riso foi tanto que tiveram que dar as costas uma para a outra porque não conseguiam parar. Pude observar tudo isto. Pude também apreciar como todos os homens que passavam ficavam intrigados por ver 2 “malucas” a rindo como umas perdidas.

Segunda cena: Entrei em uma loja de perfumes, e pedi para sentir a fragrância de um tal perfume. Assim que senti, falei pra moça: -“ah, num curti esse não. Tem cheiro de maçã apodrecendo”. Daí, 3 estudantes que estavam ao meu lado, fizeram o quê? Isso mesmo, caíram na gargalhada.

Pois é! Parece que nós homens temos mais uma parte do cérebro atrofiada. Já não vemos as cores todas, já falamos menos, só conseguimos ter em atenção um problema de cada vez, temos uma visão mais reduzida, com menos lateralidade, agora só nos faltava esta, que até o desgraçado do riso também não foi dado para nós.







Um homem não ri? Ri, mas com moderação. A começar o homem só se ri se a situação lhe for contada, daí seremos grandes apreciadores de anedotas. Já assisti várias vezes alguns homens, que lhe acontecerem algumas situações engraçadas e na altura não acharam grande piada, a riram depois quando alguém conta o que se passou. Ou seja, riram deles próprios, mas já na 3ª pessoa. Ao contrário a mulher ri dela própria e logo na primeira pessoa.

O riso faz bem à saúde, é uma boa terapia, pois é um elemento relaxante e alivia o stress.
Há vários estudos sobre os efeitos benéficos do riso. Todos apontam para o efeito vasodilatador o que permite a chegada de mais oxigênio ao cérebro e um menor esforço no coração. Segundo Michael Miller, da Universidade de Maryland, "a amplitude da alteração observada no endotélio (tecido que recobre a parede interna dos vasos) nas pessoas que riem é semelhante à que teriam numa atividade física intensa". Já viram? Sem grande esforço, umas gargalhadas e daqui a pouco temos uns bíceps capaz de passar a coleção masculina da Gloria Kalil na Moda Outono-inverno.

Agora, se associarmos isso ao fato das mulheres terem uma maior esperança de vida, podemos fazer aqui já uma tese: Elas vivem mais porque riem mais. Espertalhonas! Além de gozarem mais com a vida ainda estão a renovar o certificado de residência terrestre.
Agora percebo porque dizem que quem ri por último ri melhor, elas ficam aqui rindo e nós lá vamos indo com as do Armindo.

Vamos acabar com isto. Homens de todo o mundo, toca perdendo o preconceito. Vamos começar a rir. Provoquem umas boas gargalhadas e além de poupar na conta do médico, sempre vamos andar por aqui mais um tempito.
Mas isto levanta um problema, para não lhe chamar provocação: Se as mulheres é que são as detentoras do riso, será que um homem que ri muito é menos masculino, para não dizer mais efeminado? Será por causa disso que a parte masculina mais virada para outras opções sexuais alternativas acabou por ser adjetivada de gay?








Dizem que Deus fez a mulher a partir do homem. Não sei se foi, mas que depois ele resolveu acrescentar mais material à obra, lá isso resolveu. Será que foi para compensar o excesso de material que deu aos homens noutras áreas? É que me parece que tirando o sexo e os músculos, onde foi generoso em gramagem, em todo resto o Grande Criador esteve sempre cortando naquele 6º dia. Depois na segunda versão já melhorou os defeitos da primeira. Digamos que o homem dever ter sido o Human1.0 e a mulher o Human2.0. É o que dá ficar logo com as novidades, não há nada como esperar pelos upgrades.

Bom, fazendo jus ao tema, isto não é para levar muito a sério, inclusive podem rir á vontade, se é que teve graça. Apenas quis fazer umas cócegas com este problema dos homens serem tão sisudos e as mulheres muito mais risonhas.
Não é estranho?! Ou será que não temos motivos para rir? Será que dentro delas habita uma força extraterrestre que as torna uns seres mais alegres, mesmo quando a vida pesa? Olha, se for, que a Força esteja com elas!
Enquanto a mulher ri da vida, o homem espera que a vida o faço rir.

5 comentários:

ivandro disse...

O pior ou melhor é que eu concordo com o que esta escrito no texto as mulheres sempre tem outra otica para vida.

Profª Sandra Bose disse...

Eu amo homens que riem e que me facam rir :)

Dentro da Bota disse...

Passando para desejar uma otima Pascoa... e deixar um sorriso!!!

Saluti!!
Gi, Roma..

calidri disse...

O riso é a terapia ,que dá mais resultado e ainda por cima é gratuita.Pessoas que riem muito,vivem mais.Então,vamos rir,senão a vida é que vai rir da gente.Abração.

Márcia Parente disse...

huahuahuhauhau

Rapaz, isso é verdade mesmo. Pode reparar onde tem mulher rindo muito, tem homens com a cara sisuda.

Até que aqui na Bahia é cheio de homens bem-humorados, mas a máxima prevalece! Mas, nunca é tarde para recomeçar!!

Abraços!

P.S.: Seu blog é bem legal! Quannod puder dá uam visitinha no meu: http://viajapensamentos.blogspot.com

Valeu!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments