5 de abr de 2009

Acessório 2- Sapatos. Mais um mistério do Universo Feminino


O Equilíbrio dessas Sereias


Sim, sim tenho fetiche pelos pés femininos. E falar sobre os pés femininos e não falar dos sapatos ficaria sem sentido. Acho um charme mulheres usando essas plataformas de diferentes estilos e modelos.
Vamos falar hoje sobre esses 2 objetos elevados a não sei quantos centímetros do chão que são também para mim um mistério!
Os sapatos masculinos são apenas o elemento que me liga ao chão e protege meus pés. Uma coisa cômoda e prática, que não choque muito com o resto da indumentária, para mim já está bem.
Mas quando olho para os pés das mulheres vejo ali mais do que um invólucro para os pés, vejo sim, um elevador do condomínio da sua personalidade. Umas preferindo pelo piso zero, normalmente porque são mais dadas a comportamentos simples de casas térreas, os quintais ensolarados das suas cabeças são mesmo o mais importante. Outras, como já gostam do ar mais arejado, escolhem o piso 1, 2 ou 3, onde abrem umas janelas para que circule alguma brisa no seu comportamento. Mas há ainda outras, que, sabe-se lá por que, gostam mesmo é que a sua personalidade viva num autêntico arranha-céu, e, vai daí, escolhem modelos que só param mesmo num 20º andar. É sobre estas e sobre os tais objetos elevatórios, que me dará prazer em falar.


Imagine uma mulher entrando numa reunião, com uma série de pastas na mão, com um sorriso aberto e em cima duma coisa cuja altura dava para qualquer homem ter logo vertigens e tomar uns comprimidos para o enjôo, é obra!
Como será possível alguém equilibrar-se assim? Os únicos homens que conheço que conseguem andar uns palmos acima do nível da terra trabalham em circos e são muito bem pagos para isso. Qualquer ser humano, que não depile as pernas e que saiba ler mapa de estradas, entraria, ao colocar-se em semelhantes andaimes, numa urgência hospitalar com 1 desvio de coluna, 3 traumatismos no cóccix e ainda uma luxação no tornozelo. Mas elas não, riem-se, cruzam as pernas e aviam os últimos dossiês, como quem come petiscos com cerveja numa tarde ensolarada na Venezuela, depois terem palmilhados quase uma meia-maratona à procura da blusinha caqui que tão bem vai ligar com aqueles benditos sapatos.
O que levará uma mulher a querer caminhar num 20º andar da vida? Logo elas que têm a fama de terem os pés bem fixados na terra. Só pode ser mesmo piada! Ou então uma metáfora.


Tenho também uma teoria para tal escolha. Aquilo não são sapatos, são autênticas armas secretas fabricada numa agência também ultra-secreta de espionagem feminina. O objetivo é pura e simplesmente desarmar o inimigo, pois enquanto ele fica com suores frios só de se imaginar em cima daquilo – ou com suores quentes a imaginar outras coisas – elas avançam com a matéria de que querem falar. Explicando:
Imaginem que numa reunião em que é preciso debater e fazer passar determinados pontos de vista entra uma senhora, vestida normalmente e em cima de uns sapatos do piso zero, quanto muito piso 1. O que é que cérebro masculino, atrofiado por preconceitos machistas ao longo do tempo, vai fazer?
*Tomar cuidado – Hum! Esta deve ser daquelas arrogantes, que solta fogo pelo nariz, tem a mania que é dona disto e que sabe tudo. Vou estar atento.
Agora imaginem que lhe entra uma outra senhora, das tais que habita sempre no 20º andar, mesmo quando a reunião é no rés-do-chão. O que vão pensar as tais cabecinhas masculinas recortadas a idéias sexistas de outras eras?
– Uau! Com estas pernas e estes sapatos, não se espera grande coisa. Já que deve sofrer tanto em cima daquelas coisas não deve ter muito tempo para preparar a matéria. Vou sorrindo e dizendo-lhe que sim para não deixa-la triste.
– E com isto, quando se dá por ela já a tal burra que você pensou, está por cima, pois eles já aprovaram o que ela quis sem pestanejar. Só não se levantam e lhe oferecem flores porque o impulso não fica bem e não convém copiar a publicidade.
Mas com a teoria ou sem teoria, é para mim todo um mistério, que um ser humano agüente ficar em cima daquilo, consiga caminhar em cima daquilo e ainda por cima consiga sorrir. E eu pensando que na Idade Média havia objetos de tortura muito menos perigosos!

6 comentários:

MDuval disse...

Muito bom!!! O sapato é um fetiche tanto para os homens quanto para as mulheres. Os homens, por todos esses motivos tão bem delineados por você, e, para as mulheres, por causar-lhes todo esse encantamento.
Sim, o sapato feminino é uma arma e, não tenha dúvida, a vítima são vocês (rsrss...)
ABÇão

Cris disse...

Sapatos, sandálias, botas. Todos esses calçados devem ter salto altíssimo e fino. Fica elegante e sexy, é aprovado por homens e por mulheres.

O salto alto alonga a silhueta, transformando uma camiseta e calça jeans em peça elegantérrima.

Acho o salto alto o melhor dos acessórios femininos e não tenho nenhuma dificuldade em andar sobre eles.

Cris

Alexandra disse...

Embora seja adepta de um sapato ou bota com um saltinho alto, não dou muito valor a níveis 20. São altos de mais, desconfortáveis e fazem mal à coluna vertebral. Mas, de facto, há quem goste de voar...

Agradeço o acompanhamento do meu blog. :)

Até à próxima.

Profª Sandra Bose disse...

HAHAHAHAHAHA tu nao pode vir NUNCA pra India meu lindo!!!!
De so uma olhada na "crasse" do footware das indianas
http://indiagestao.blogspot.com/2008/07/chinelao.html
Beijocas

Mariana disse...

Gostei do blogue:)

boa semana:)

bj

Profª Sandra Bose disse...

Mas so agora na minha busca por sua foto nanando eh que me caiu a ficha e associei esta sua postagem sobre "pisantes" femininos com o desenho da familia que esta no titulo do seu blog.
A familia tem o pai, a mae com enormes sapatos vermelhos, e as 2 criancas.... :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Intense Debate Comments